Tire suas dúvidas

Faça sua pesquisa na caixa de busca e navegue por nossas perguntas frequentes.

Na composição da uva há substâncias como as antocianinas, que dão cor ao suco tinto, além da pruína, que é a cera externa protetora da baga. No momento do envase, elas podem se aderir à garrafa, dando uma certa coloração. Mas, não se preocupe, essas substâncias são totalmente naturais.
Durante o processo de envase, a garrafa é lavada e passa por um processo de secagem. Dessa forma, o gargalo fica úmido e o metal da tampa pode formar ferrugem. Não há problema em consumir o produto.
Espumante é a bebida alcoólica obtida exclusivamente da uva e com gás carbônico natural, proveniente da fermentação. Geralmente, os espumantes são fermentados duas vezes. Na primeira fermentação é feito um vinho, chamado de vinho base, que é elaborado como qualquer outro vinho tranquilo. Na segunda fermentação, o gás carbônico produzido é retido, de forma que o produto fique gaseificado, com o famoso perlage, ou as tradicionais borbulhas. Partindo daí, temos alguns termos comuns que podem ser descritos da seguinte maneira:

Brut - É o espumante natural com teor de açúcares residuais não superiores a 15 gramas por litro, ou seja, um espumante seco.

Demi-Sec - É o espumante natural com teor de açúcar que vai de 15 até 55 gramas por litro, sendo mais adocicado.

Prosecco - Trata-se de uma variedade de uva, muito utilizada na elaboração de alguns espumantes, com características aromáticas cítricas e agradável frescor.

Quanto ao termo “Champagne”, se refere ao espumante elaborado exclusivamente na região de Champagne, na França, seguindo os métodos tradicionais daquela região, sendo proibida a utilização deste termo em produtos originados em qualquer outra região no mundo.
O Suco de Uva Aurora Integral, Casa de Bento e os vinhos elaborados pela nossa cooperativa são isentos de qualquer tipo de proteína derivada do leite, ovo, soja ou trigo. Os maquinários utilizados para elaboração e envase somente processam derivados da uva, portanto, não existe risco de contaminação cruzada com nenhum destes insumos.

Quanto aos clarificantes, tampouco se utilizam substâncias de origem animal em nosso processo. O clarificante que utilizamos atualmente é de origem vegetal (à base de ervilha).

Em algumas situações específicas, eventualmente, poderá ser utilizado gelatina de origem animal como clarificante na elaboração de vinhos brancos. Caso isso ocorra, será informado no contrarrótulo do produto. A utilização de clarificantes proteicos (gelatina) em vinhos brancos tem como objetivo estabilizar microbiologicamente e proporcionar limpidez aos líquidos. Quando a utilização se fizer necessária, as doses aplicadas podem variam de acordo com a necessidade de cada produto.

A Cooperativa Vinícola Aurora não realiza nenhum tipo de teste de seus produtos ou ingredientes em animais. Todos os testes realizados são de caráter físico ou químico, além das análises organolépticas, realizadas por nosso corpo de enólogos.
A formação de cristais nos vinhos e suco de uva, que se parece com "prismas", "borra" ou "pedrinhas" que se precipitam no fundo das garrafas é normal e natural, e não causa danos à saúde.

A ocorrência está relacionada com uma combinação do ácido tartárico, sais de cálcio e/ou potássio. Estes componentes estão presentes na uva e, consequentemente, no suco, e formam os sais tartarato de cálcio e bitartarato de potássio.

Todo e qualquer derivado da uva possui estes dois sais. No entanto, em alguns ocorre a cristalização, enquanto em outros eles permanecem dissolvidos, sem serem percebidos. Um dos fatores que possibilita a cristalização destes sais é a variação de temperatura.
Há várias explicações para a presença do repuxo (punt, concavidade ou reentrância) na base de algumas garrafas. 1) Serve para dar resistência e facilitar o manuseio ao servir. 2) Em vinhos mais complexos, com um grande potencial de envelhecimento, ou que dispensaram o processo de filtragem, o repuxo mantém os sedimentos no fundo. 3) O repuxo é apenas o resultado dos métodos mais antigos de fabricação de garrafas, que utilizavam a técnica de sopro, ou seja, o vidro incandescente era soprado através de um cano, que conforme girava dava forma à garrafa, em seguida, ela era apoiada em uma ferramenta convexa para secar, o que formava o repuxo. (Essa ferramenta era chamada de “punt”, daí um de seus nomes.)
No brasil, segundo a legislação brasileira, um vinho pode ser:
- Fino: elaborado a partir de uvas viníferas.
- De Mesa: elaborado a partir de uvas ditas comuns (americanas ou híbridas).
Quanto ao teor de açúcar ele pode ser classificado como:
- Seco: vinhos com até 4g/L de açúcar.
- Meio Seco ou Demi-Sec: vinhos com 4,1 a 25g/L de açúcar.
- Suave: vinhos com mais de 25g/L de açúcar.
Desta forma, o vinho fino pode ser tanto seco como suave. O que determina se ele é fino ou não é a variedade da uva com que ele é elaborado.
A utilização de vedações alternativas como o screw cap (tampa rosca) utilizado nos nossos produtos é ideal para vinhos jovens, como é o caso da linha Country Wine. Esse tipo de vedação preserva todo o frescor e evita qualquer tipo de contato do vinho com oxigênio. Para abrir, basta segurar a garrafa pelo corpo (nunca pela parte inferior da tampa ou gargalo) e girar a tampa no sentido anti-horário.
O termo "Varietal" é utilizado para indicar um vinho elaborado exclusivamente com uma só variedade de uva. Já o termo "Reserva" indica um vinho que foi armazenado por um período dentro da vinícola, seja em barricas de carvalho ou engarrafado em caves com temperatura controlada.
A função do lacre de plástico é servir como um dispositivo de segurança da tampa, que é o que garante a qualidade da bebida envasada. O lacre assegura que, após sair da fábrica, a garrafa manteve-se intacta e nunca foi aberta.
Aconselhamos que o vinho, após aberto, seja mantido fechado e na geladeira por no máximo três dias. Uma vez aberta a garrafa, o oxigênio que entra passa a deteriorar lentamente a bebida. Em temperaturas mais altas, essa deterioração é mais rápida, já em temperaturas baixas é mais lenta.
O Suco de Uva Integral tinto é composto por um misto de uvas de origem americana (de mesa ou comuns). As principais são: Bordô, Isabel, Concord, Seibel, Magna, Violeta e Cora.
Este produto é elaborado com variedades de uvas de origem americana (uvas de mesa), sendo que a predominância é das variedades Moscato Híbrido e Lorena.
A evolução da cor dos vinhos brancos se dá pela oxidação dos compostos fenólicos, exatamente igual aos vinhos tintos. Também se sabe que a incidência da luz degrada estes compostos.
O Azeite extravirgem condensa, pois seus componentes são sensíveis a temperatura. No frio, ocorre à cristalização dos triglicerídeos, sendo que quanto mais triglicerídeos um azeite contém, mais fácil se torna o processo. Numa temperatura de 3 a 4°C, a cristalização e a solidificação acontecem. Exposto a temperaturas de 14 a 18°C o azeite volta a liquidez.
As alterações percebidas no produto são em função da safra, que muda de acordo com o grau de insolação, das chuvas e da temperatura. Graças a estas particularidades, os derivados de uva são bebidas distintas, inigualáveis. Não colocamos açúcar, corante e nem adicionamos água em nossos sucos. Assim, as diferenças de uma safra para outra são perceptíveis: a uva é quem dita o produto.
Para preservá-lo em boas condições de consumo, o espumante deve ser mantido em sua embalagem original, em posição vertical (em pé), em local fresco, seco, ao abrigo da luz, protegido de oscilações bruscas de temperatura e movimentos.
Ocasionalmente, poderá ocorrer uma instabilidade nesse tipo de produto, conforme condições de armazenamento (luz e temperatura), gerando precipitação de cristais. Trata-se de uma reação natural, que não oferece prejuízo ou danos à saúde de quem o consome.
No geral, deve-se evitar mudanças bruscas na temperatura do espumante. Há uma regra chamada regra de Van't Hoff, que diz que a cada 10°C de mudança de temperatura, se acelera a evolução (oxidação, perda de CO2) do produto em duas vezes. Portanto, se você resfriar a bebida para consumo passando-a de 20°C para 0°C, logo, por não ser consumida, ela volta aos 20°C, e, num segundo momento, você resfria novamente até os 0°C, há no total uma variação de 60°C. Portanto, se conclui que este produto evoluiu 12 vezes mais rápido que o normal.
Obs.: Quando ocorre um congelamento, poderão ocorrer alterações na composição do produto, pois o ácido tartárico poderá cristalizar e precipitar, diminuindo a acidez total.
O espumante é um produto que quanto mais jovem for consumido, melhor serão apreciadas suas características, aromas e frescor. Com o passar do tempo, este produto torna-se diferenciado, com aromas mais evoluídos, coloração amarelada e sabores distintos. Porém, pode ser consumido sem maiores problemas. Se o produto foi armazenado adequadamente, conforme consta no contrarrótulo, em local seco, fresco, ao abrigo da luz, e sem oscilações bruscas de temperatura, deve estar apto para o consumo.
Se a garrafa passa por variação térmica, normalmente associada a uma pequena fissura no vidro, é possível que ocorra esse tipo de acidente. Também, é importante lembrar que o congelamento aumenta o volume do produto, podendo ocasionar a ruptura da garrafa.
É sempre importante salientar que os sucos de uva da Vinícola Aurora são integrais, sem adição de nenhum produto que possa "padronizá-lo" ou "mascarar" suas características naturais. Apesar de sempre trabalharmos buscando manter o nosso padrão de qualidade, é comum que alguns sucos apresentem maior ou menor acidez, assim como maior ou menor teor de açúcar, dependendo da uva utilizada na elaboração, das condições climáticas da colheita, dentre outros fatores.
A fermentação é um processo natural, causado pela presença de leveduras no ar. O suco de uva, como qualquer produto feio 100% a base de fruta, pode ser contaminado por essas leveduras (especialmente após aberto) e iniciar o processo de fermentação. Os procedimentos de pasteurização e envase sem presença de oxigênio evitam que isto ocorra prematuramente. No entanto, após aberto, essa fermentação poderá iniciar de forma espontânea. É sempre recomendado, conforme consta no rótulo, que após aberta a bebida permaneça refrigerada e seja consumida em no máximo 7 dias.
Não é aconselhável o congelamento do suco em embalagem fechada, pois isso causará um aumento da pressão e pode comprometer a integridade da embalagem.
A Cooperativa Vinícola Aurora elabora e comercializa o Sucos de Uva Aurora Integral e o Suco de Uva Casa de Bento. Ambos não possuem adição de açúcar (sacarose), mas carregam todos os açúcares naturais da uva (frutose e glicose). Sendo assim, para pessoas diabéticas ou em dieta com restrição de açúcar, aconselhamos que busquem orientação junto ao profissional da área da saúde (médico e/ou nutricionista) quanto ao consumo.
O vazamento de vinho pela rolha é um dos problemas mais comumente encontrados quando se envelhece vinhos por muito tempo. Isso porque a rolha é feita de um material natural, extraído da casca de árvores, e pode apresentar variações e perder sua integridade com o passar do tempo. Vazamentos ou rolhas esfarelando-se acontecem em casos de guarda prolongada e não necessariamente indicam que a bebida está deteriorada.
Este anel é totalmente normal. Ele é gerado pela pruína (espécie de cera que reveste o grão da uva), que no momento do esmagamento e maceração da fruta é extraído, ficando solubilizada no suco. Quando o suco permanece parado, a pruína se acumula na superfície e forma um pequeno anel de cor esverdeada devido à posição da garrafa. Esta formação não causa qualquer alteração ao paladar, ao aroma e muito menos qualquer dano à saúde humana. Obs.: se houver uma agitação este anel se dissolverá novamente ao produto.
Para análises físico-químicas e microbiológicas são necessários no mínimo 500 mL de líquido.
O lote, validade e horário estão impressos na garrafa, na parte superior, logo abaixo do gargalo, com tinta branca ou amarela.
Sim, todas as experiências enoturísticas deverão ser agendadas com antecedência.
Contatos:
WhatsApp: (54) 99134 5916
Telefone: (54) 3455 2095/2203
E-mail: turismo@vinicolaaurora.com.br
Site: www.wine-locals.com
Claro! Crianças são muito bem-vindas aqui na Aurora! Para elas, oferecemos degustação de suco de uva.
As visitas turísticas normalmente possuem duração aproximada de uma hora. Na página de cada experiência é mencionada a duração do passeio.
Em todas as nossas experiências há degustação, a quantidade de rótulos depende da experiência que você escolher. Na página de cada uma delas você encontra mais informações a respeito.
Sim, o passeio termina em nossa loja de vinhos.
Sim, nosso roteiro é todo acessível.
Como somos uma indústria de alimentos, animais de estimação só podem entrar se estiverem acondicionados em caixa de transporte.
Sim. A visita aos vinhedos ocorre apenas na unidade de Pinto Bandeira. Agende aqui.
O valor varia conforme a experiência que você escolher. A visita turística tradicional na Aurora Cittá (matriz) é gratuita.
Na unidade matriz há estacionamento nas ruas do entorno da vinícola. No Vale dos Vinhedos e em Pinto Bandeira temos estacionamento próprio.
Não temos restaurante, somente um café terceirizado.
Sim, temos o serviço de envio.
A Cooperativa Vinícola Aurora não realiza sorteios, tampouco solicita dados via direct. Se isso ocorrer, orientamos que não forneça nenhum dado pessoal e denuncie o perfil, pois trata-se de um perfil falso.
Tendo em vista nossa preocupação com a qualidade dos processos e o meio ambiente, hoje somos certificados na ISO 9001 (Qualidade) e na FSSC 22000 (Segurança de Alimentos). Sendo assim, todos os resíduos por nós gerados são encaminhados para reciclagem, inclusive o vidro. Aconselhamos você a fazer o mesmo com as garrafas de vidro que adquirir, pois não as reutilizamos.

A ideia de reaproveitar uma embalagem de vidro parece simples, porém a logística de retorno e, principalmente, o processo de higienização dessa embalagem para que ela se torne apta a receber um alimento, tem seus pontos negativos. Tal higienização envolve uma quantidade muito grande de produtos químicos e água, gerando poluição e risco ao consumidor, que pode se deparar com um produto alterado. É importantíssimo salientar também que o vidro é um dos únicos materiais 100% recicláveis, e com uma fantástica rede de cooperativas pelo Brasil que recolhem e dão destino às embalagens. Somente como um exemplo, a Saint Gobain, uma das maiores fornecedoras de vidro do Brasil e da Cooperativa Vinícola Aurora, utiliza uma média de 10 milhões de quilos de vidro reciclado por mês para a elaboração de novas embalagens. Já realizamos diversos estudos de impacto para a reutilização de garrafas, inclusive já tivemos esse tipo de operação com as grandes embalagens de vinho, porém temos a certeza de que, atualmente, é muito melhor investir em empresas parceiras que reciclam o vidro e nos entregam um produto com qualidade, para que possamos armazenar os nossos alimentos e transportar essa qualidade até os nossos consumidores.

Cadastre-se para ficar por dentro das novidades do Mundo Aurora e receba conteúdo exclusivo sobre nossos produtos.

DESENVOLVIDO POR ATRIA DESIGN STUDIO